domingo, junho 20, 2010

31 de outubro de 2007

" Sinto a realidade
Bater em mim como
As ondas batem na pedra

Tentando furá-las a
qualquer custo.

Eu não quero mais ser a pedra.

Quero ser o pássaro
que pousa na pedra

E quando a onda bate
Ele vôa..."

Poema escrito por mim, nos meus primeiros 7 meses morando sozinha em São Paulo.
Mas seguido ele se torna presente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário