terça-feira, janeiro 27, 2015

Arteira Menina dos Olhos

" por que fazer poesia é fotografar em grafismos
lê-las é enredar os dedos às palavras nuas
e dizê-las é uivar em oração"

Adriane Lopes


Orvalho-me

"Na claridade das manhãs
Sento-me à mesa
E ao lado da esperança 
Transvejo o invisível
Para além da flor
O Orvalho
Que se inspirou
E
Expirou"


Adriane Lopes